A Fortaleza de Ratones e a Saúde em Desterro no Século XIX

Daniela Marangoni Costa

Resumo


Parte de um sistema defensivo para proteger o local estratégico de acesso ao Rio da Prata, as Fortalezas da Ilha de Santa Catarina também tiveram outro papel importante para Desterro. Pretende-se refletir sobre a saúde e a organização da sociedade em relação à este assunto, principalmente durante o século XIX, quando foi encontrado o maior número de documentos que mencionam as quarentenas, enfermarias e lazaretos na Fortaleza de Santo Antônio de Ratones. Esta análise realizou-se por meio de matérias de jornais e relatos de viagens, em conjunto com o estudo de historiadores, médicos e arquitetos. Desta maneira, destaca-se os motivos para identificar a importância da Fortaleza de Ratones como um meio de promoção de saúde na cidade de Desterro.


Palavras-chave


Fortaleza de Ratones; Santa Catarina; Saúde; Desterro; Século XIX.

Texto completo:

PDF


Revista Santa Catarina em História - Florianópolis - UFSC - Brasil ISSN 1984-3968